Esse tipo de site também é extremamente popular no mercado de marketing de afiliados, principalmente os sites de cupons, que comparam os preços de milhares de produtos em dezenas de lojas diferentes e levam o usuário a comprar o produto numa determinada loja, através de links de afiliado. Outros exemplos seriam sites que fazem reviews de celulares, notebooks, etc. O mesmo se aplica a sites e blogs menores, que comparam diferentes tipos de produtos.
Ao contrário do que muitos afiliados acham, anúncios também precisam ser relevantes para o seu público-alvo. Existem imensos afiliados que promovem produtos através de anúncios de Facebook, Google AdWords e native ads, sem se preocuparem minimamente com a relevância do produto para o público-alvo. Muitos deles utilizam inclusive estratégias de copywriting com o objetivo de enganar esse público e levá-lo a clicar nos anúncios.
Neste modelo de comissão por CPC, o afiliado recebe um valor fixo ou variável para cada vez que o banner publicitário ou o link de texto receberem um clique de um usuário. Esse modelo tem a vantagem de que o afiliado não está dependente do resultado final, ou seja, do usuário comprar o produto, mas tem a desvantagem de ser um modelo difícil de escalar, uma vez que para ganhar muito dinheiro seriam necessários centenas de milhares de cliques.
O mercado de marketing de afiliados é, na verdade, uma oportunidade tremenda para ganhar dinheiro na internet e continuará sendo durante muitos e longos anos. No entanto, e tal como acontece em outros mercados, existem profissionais que fazem as coisas do jeito certo e profissionais que fazem as coisas do jeito errado. Você precisará entender primeiro como tudo isso funciona e quais são as suas possibilidades, de modo a tentar extrair o máximo potencial dos seus projetos. Outra coisa importante é que marketing de afiliados não tem nada a ver com marketing multinível; são dois mercados totalmente diferentes.
×