O objectivo final desta ferramenta não é diferente dos tradicionais descontos. Os on-line coupons tentam aumentar os compradores / visitantes, e levar os clientes ocasionais a transformarem-se em clientes fidelizados. Estas são as vantagens do on-line coupons quando comparado com os tradicionais. As marcas whiskas e Johnson & Johnson utilizam os online coupons, com bons resultados.

Nem todos os produtos são bons. Isso é um fato. Se você pretende divulgar um produto que é considerado pelo público uma enganação ou fraude, tenha cuidado. Antes de começar a promover qualquer produto, faça uma busca no Google e procure por testemunhos de clientes. Veja a página de Facebook do produto, olhe as reclamações no Reclame Aqui, etc. Escolher bem o produto que você vai promover fará toda a diferença nos resultados das suas ações de marketing de afiliados. Além do mais, um bom produto tende a perpetuar durante mais tempo.
Modelo baseado no marketing relacional que se traduz na relação entre duas empresas B2B (business to business) ou entre a empresa e o consumidor (business to consumer) B2C. Este modelo relacional evoluiu com a era digital, tornando a hipótese de escolha mais aproximada a cada um dos consumidores. A capacidade de agrupar clientes com gostos ou preferências semelhantes permitiu melhorar a oferta nas campanhas de marketing. Quase podemos comparar a oferta direccionada para o cliente com a loja de proximidade, em que o interlocutor habitual já conhece os hábitos e sempre que surge um produto adequado tenta vende-lo e quase sempre com sucesso.
Alexandro, se você utilizar uma plataforma de ecommerce, a maioria já vem com módulo de afiliados, neste caso é só customizar de acordo com suas necessidades. De fato marketing de afiliados está ganhando mais espaço no mercado, até porque é benéfico para todos envolvidos, desde o cliente que chega por meio de um link de um site ou blog que ele conhece e muitas vezes o responsável pelo conteúdo conhece a loja que se cadastrou no programa de afiliados, como para loja que aumenta a participação na rede. Implementei um programa de afiliados numa loja de produtos eróticos que administro (Sex Nanda) com o sistema PPS (ou CPV) com uma comissão de até 10%. Muito bacana e fácil de usar, isso também é fundamental para os afiliados.
É um tipo de marketing em que a empresa (publicitária) recompensa (pode ser financeiramente) o afiliado (editor) por canalizar potencias clientes através de links para o seu website. Estes hyperlinks podem ter dois objectivos diferentes: vendas directas; ou simplesmente redireccionar potenciais utilizadores interessados para o website da empresa (publicitária).
O bom do marketing de afiliados é que você não precisa de criar absolutamente nada. Caso você pretenda, é possível ganhar muito dinheiro trabalhando com esse mercado, promovendo ofertas de produtos, sem que na realidade você tenha de criar um blog, site ou outra coisa qualquer. Existem afiliados ganhando muito dinheiro e a única coisa que fazem é anunciar no Facebook, Google AdWords e native ads. Há também quem prefira usar estratégias mais avançadas, como  comprar tráfego para promover programas de afiliados.
Ex.: Você se inscreve num programa de afiliados por CPV, no qual o valor pago é de 25% de comissão sobre as vendas. Se você enviar um usuário para um determinado anunciante, e ele realizar uma encomenda de R$500 reais, a sua comissão será de R$125 reais. No entanto, um cliente que compre R$1500 reais de produtos já irá gerar uma comissão de R$375 reais. 

Resumindo, quando você promove um determinado programa de afiliado, você é recompensando por essa promoção de acordo com o que a empresa/anunciante decidiu previamente: clique, ação, lead, mil impressões, formulário ou venda. Para percebermos mais facilmente como funciona cada um desses formatos de publicidade com programas de afiliados, vamos analisar caso-a-caso e dar-lhe alguns exemplos práticos para uma melhor percepção:

Como vimos anteriormente, uma outra forma de você trabalhar como afiliado é fazendo a divulgação diretamente por meio de publicidade paga, sejam anúncios no Facebook, no Google AdWords, Taboola, Outbrain ou outras plataformas de anúncios. Muitos afiliados profissionais ao redor do mundo trabalham somente com publicidade paga. Eles não criam absolutamente nada, exceto os anúncios para divulgação das ofertas de afiliado.


Os programas de afiliados em CPV têm como base as vendas. São normalmente programas de afiliados de lojas de e-commerce em que o objetivo do blogueiro é converter usuários para comprar produtos numa determinada loja online, independentemente do nicho. Por norma, os programas de afiliados por CPV pagam um valor percentual (%) sobre as vendas realizadas, ou seja, ao enviar um usuário para a loja de e-commerce, se ele comprar XX produtos, o blogueiro recebe YY% de comissão sobre o valor da compra do usuário.
Una guía completísima y útil Frank. El asunto “publicidad frente a afiliación” es bastante interesante, sobre todo porque la publi convencional en Internet parece que ha tocado casi fondo. De hecho hasta el New York Times se interesa ahora por los enlaces de afiliados como via de diversificar ingresos y ha comprado una web que se dedica precisamente a eso, a revisar productos y obtener comisiones de Amazon, como modelo de negocio.
×