Segunda geração da Web onde o conceito é a Web como plataforma, para uma comunidade e serviços na internet, com realce na colaboração e na partilha de informação. Há mais de 10 anos quando surgiu o e-marketing, os sites eram um género de cartão de visita sofisticado, que algumas empresas “mais na moda”, utilizavam para se apresentar a potenciais clientes na internet. A tecnologia tem permitido a evolução deste conceito até converter os sites iniciais em verdadeiras ferramentas de e-branding: a venda pela internet não é obrigatória; ou até mesmo aconselhável em certas ocasiões, algumas vezes a verdadeira chave para o sucesso é ser capaz de induzir o visitante a comprar através de um diferente canal. Para ajudar a atingir esse objectivo, nada melhor do que, permitir aos utilizadores que conheçam o negócio através de sites interactivos e social media que lhes possibilitem ter um papel activo no desenvolvimento de conteúdos. Existem muitos exemplos, o melhor é olhar para os rankings dos melhores sites do ano por sector para perceber o que melhor se faz nesta área.

A facilidade de publicar conteúdo na internet está transformando o consumidor de um canal receptor para um emissor de informação. Desde a criação de fãs clubes, comunidades, elogios e reclamações, e qualquer informação antes restrita a poucos, agora é pública e interfere na opinião de outros consumidores. Aprender a interagir com estes consumidores é um dos desafios do atual profissional de marketing.
Bem, mas o propósito deste blog é mesmo dar-vos a conhecer os diferentes tipos de negócios que podem criar online e as estratégias utilizadas, bem como os passos necessários para que a vossa iniciação seja rápida e eficaz e não uma total perda de tempo! Sim, porque apesar de o conceito do marketing na internet ser realmente simples, requer conhecimento, dedicação e também algum dinheiro para começar.
Affiliate marketing - Affiliate marketing is perceived to not be considered a safe, reliable and easy means of marketing through online platform. This is due to a lack of reliability in terms of affiliates that can produce the demanded number of new customers. As a result of this risk and bad affiliates it leaves the brand prone to exploitation in terms of claiming commission that isn't honestly acquired. Legal means may offer some protection against this, yet there are limitations in recovering any losses or investment. Despite this, affiliate marketing allows the brand to market towards smaller publishers, and websites with smaller traffic. Brands that choose to use this marketing often should beware of such risks involved and look to associate with affiliates in which rules are laid down between the parties involved to assure and minimize the risk involved.[47]

"I was looking over the link reports for (our site) recently. I just wanted to tell you and your team that I was especially impressed with the quality of links acquired over the last few months. I mean, they're completely stellar. So many of them have been older domains receiving plenty of edu and gov backlinks. I am very impressed! Ninjas, indeed! So I wanted to pass that on because I feel everyone deserves to know when they are appreciated. And I totally appreciate you guys. :))) Whenever someone who actually has an internet marketing budget asks me about SEO services, I always rave to them about my experience with the Ninjas (well...as long as they're not in any of the same verticals as I am!) Thanks again for all the time and effort." Dan C.
internet marketing, anderson ferro, marketing na internet, i marketing, e marketing, imarjeting, emarketing, ciração de sites, criar sites, criação web, webmarketing, marketing web, blog anderson ferro, blog de internet marketing, blog sobre ganhar dinheiro, telefonia voip, plataforma voip, revenda voip, operadora voip, serviços voip, billing voip, tarifador voip, sistemas voip, painel voip para revenda, painel voip,
RSS (Really Simple Syndication) Marketing nasceu como um serviço destinado a actualizar os visitantes frequentes de blogs, as últimas mensagens sem que detenham a necessidade de visitar constantemente os weblogs. Quando um determinado cliente ou potencial cliente assina um RSS a partir de uma determinada empresa, este receberá informações num formato simples de texto, sem a necessidade de facultar o seu endereço de e-mail.
As redes de contactos profissionais, cujo exemplo mais famoso costumava ser LinkedIn e Plaxo, são uma das várias redes sociais, como o Archifamous, MySpace e o Facebook. As redes sociais de lazer foram os primeiros a aparecer e uma vez que o seu poder de comunicação foi clara, a comunicação empresarial não demorou muito a tentar tirar vantagem deste potencial e as redes de contactos profissionais nasceram. Estas redes de contactos profissionais trabalham num link baseado num convite, interligando todos os contactos profissionais numa única conta. Desta forma, poderá surgir um variado número de negócios, que não foram visíveis no mundo off-line, através do contacto profissional retirado dessa única conta (pode ser um cliente, fornecedor, distribuidor, etc.).
"Jim and Jen, Thanks for your time and an awesome meeting. Jim,You have done so much in the past few years with your company, Your office space, your employees, their commitment are evidence that you have instilled your positive traits into them and your business. You should be proud. Jen, You are 'on it'!! It is uplifting seeing someone your age being so intense and into their work like you are. I can tell you're the type who wakes up with a smile and positive attitude. Michelle and I enjoyed the dialog and the advice. I really appreciate all you have done for me over the years and continue to do." Marcus L.
A ideia de criar um blog era para mim um "bicho de sete cabeças". Isso dos blog é para os "geeks", cibernautas que não têm mais nada que fazer que estar agarrado a um laptop o dia inteiro - pensava eu. Agora estou aqui entretida de volta desta ferramenta fabulosa do Blogger, deliciada a ver o resultado final desta minha arte cibernáutica, e a querer escrever mais e mais. A internet é de facto um mundo, há de tudo, para tudo, para todos, como a diz a minha mãe: "nem sei o que hei-de pesquisar", como se nada interessasse. Mas de facto, o universo Google é uma fonte poderosa, é preciso é saber tirar o melhor partido da informação, mas quanto ao Google irei desvendar mais "segredos"...
Video advertising - This type of advertising in terms of digital/online means are advertisements that play on online videos e.g. YouTube videos. This type of marketing has seen an increase in popularity over time.[50] Online Video Advertising usually consists of three types: Pre-Roll advertisements which play before the video is watched, Mid-Roll advertisements which play during the video, or Post-Roll advertisements which play after the video is watched.[51] Post-roll advertisements were shown to have better brand recognition in relation to the other types, where-as "ad-context congruity/incongruity plays an important role in reinforcing ad memorability".[50] Due to selective attention from viewers, there is the likelihood that the message may not be received.[52] The main advantage of video advertising is that it disrupts the viewing experience of the video and therefore there is a difficulty in attempting to avoid them. How a consumer interacts with online video advertising can come down to three stages: Pre attention, attention, and behavioural decision.[53] These online advertisements give the brand/business options and choices. These consist of length, position, adjacent video content which all directly affect the effectiveness of the produced advertisement time,[50] therefore manipulating these variables will yield different results. Length of the advertisement has shown to affect memorability where-as longer duration resulted in increased brand recognition.[50] This type of advertising, due to its nature of interruption of the viewer, it is likely that the consumer may feel as if their experience is being interrupted or invaded, creating negative perception of the brand.[50] These advertisements are also available to be shared by the viewers, adding to the attractiveness of this platform. Sharing these videos can be equated to the online version of word by mouth marketing, extending number of people reached.[54] Sharing videos creates six different outcomes: these being "pleasure, affection, inclusion, escape, relaxation, and control".[50] As well, videos that have entertainment value are more likely to be shared, yet pleasure is the strongest motivator to pass videos on. Creating a ‘viral’ trend from mass amount of a brands advertisement can maximize the outcome of an online video advert whether it be positive or a negative outcome.
"Looks great. Organic traffic has been holding steady at Feb/March levels when normally it declines from April onwards. Because of the seasonal nature of the business it is difficult to measure the exact impact, but I can tell you our organic traffic is currently almost 3 times what it was this time last year. All down to you guys! The trick for us is to try and sustain it throughout the summer, keeping our slow season as short as possible!" Ivan L.
No caso dos afiliados de apostas esportivas, cassinos e poker, por exemplo, eles pagam aos seus afiliados um CPA bem alto, porque a ação é bastante exigente e difícil de converter. Neste caso concreto, o usuário que você indicar para o site, tem de se cadastrar como cliente, e, além disso, tem de efetuar um depósito mínimo, de um valor decidido pela empresa/anunciante, que pode variar entre os R$10,00 e os R$100,00 por exemplo. Sempre que você consegue um jogador que cumpra esses dois passos (registro + depósito), você ganha automaticamente o CPA definido pela empresa/anunciante.
Toda a construção de um plano de ação se inicia com uma visão, e, junto a ela, um objetivo a ser alcançado. A partir deste traço são definidos os meios a serem utilizados, para enfim atingir os resultados. O tratamento singular a cada cliente é o segredo para que a escolha de um plano de ação seja de fato apropriada, somente o conhecer de um cliente ou projeto em questão fará com que os esforços de mídia potencializem o trabalho de marketing, o tornando assim digital.[1]
Com tudo o que está descrito, muitas vezes as suas potencialidades não são totalmente aproveitadas, sobretudo quando estamos a falar na interacção com os consumidores. Assim, para as empresas isto torna-se claramente e cada vez mais num reboliço sem fim. Terão que se adaptar às exigências que lhes são pedidas pelos mais diversos meios envolventes, colmatando as falhas que possam existir e adequando preços ao mercado tornando-se assim mais competitiva. Para tal as empresas devem munir-se de ferramentas que as levem a identificarem-se e a distinguirem-se nesta selva que é o mercado atual.
Nichos de mercado pequenos também são extremamente interessantes de rentabilizar por meio de marketing de afiliados. Imagine um blog sobre viagens, sobre receitas, sobre moda, etc. Todos esses projetos de nicho podem e devem ser rentabilizados com programas de afiliados. Existem imensos afiliados profissionais utilizando sites e blogs em nichos de mercado bem pequenos, mas faturando muito dinheiro em comissões.
Esse modelo passou a ser utilizado em praticamente todos os grandes portais e órgãos de comunicação, que vendiam seus espaços publicitários no modelo de CPM a seus anunciantes, porque consideravam que o usuário que navegava em seus sites já estava sendo impactado por esses anúncios, simplesmente por visualizá-los, mesmo que não clicasse. Ainda hoje, o valor de CPM é utilizado em plataformas de anúncios como o Facebook e Google AdWords e é uma métrica extremamente importante de análise de desempenho e custo. Além do mais, é impossível definir a taxa de cliques (CTR) de um anúncio sem termos em consideração o número de impressões dele.
×