É importante considerar que as raízes do marketing digital são muito semelhantes ás do “Direct Mail Marketing”(Marketing Postal Direto) onde anúncios para diversos produtos eram colocados em jornais e revistas com o objetivo de vender esses mesmo produtos à distancia por encomenda direta. A imprensa tradicional perdeu muito interesse com o facto de que as campanhas digitais podem ser analisadas detalhadamente em termos de eficácia, o que é impossível com anúncios em jornais e revistas.[3]
As redes de contactos profissionais, cujo exemplo mais famoso costumava ser LinkedIn e Plaxo, são uma das várias redes sociais, como o Archifamous, MySpace e o Facebook. As redes sociais de lazer foram os primeiros a aparecer e uma vez que o seu poder de comunicação foi clara, a comunicação empresarial não demorou muito a tentar tirar vantagem deste potencial e as redes de contactos profissionais nasceram. Estas redes de contactos profissionais trabalham num link baseado num convite, interligando todos os contactos profissionais numa única conta. Desta forma, poderá surgir um variado número de negócios, que não foram visíveis no mundo off-line, através do contacto profissional retirado dessa única conta (pode ser um cliente, fornecedor, distribuidor, etc.).
Porque estou compartilhando o meu conhecimento com você? A internet é uma ferramenta maravilhosa que nos permite compartilhar novas ideias e estratégias que podem ser usadas por outras pessoas para se tornarem mais ricas, mais fortes, mais inteligentes, etc. Por outras palavras, a Internet permite que as pessoas ofereçam seus conhecimentos para o benefício de outros e eu gosto desta ideia de compartilhar o meu conhecimento com o mundo.
Una guía completísima y útil Frank. El asunto “publicidad frente a afiliación” es bastante interesante, sobre todo porque la publi convencional en Internet parece que ha tocado casi fondo. De hecho hasta el New York Times se interesa ahora por los enlaces de afiliados como via de diversificar ingresos y ha comprado una web que se dedica precisamente a eso, a revisar productos y obtener comisiones de Amazon, como modelo de negocio.
×